Busca
  • portaldiaadia_am
  • @diaadia_am
  • diaadia_am

Pagamento em dia: Caprichoso paga última parcela dos trabalhadores de galpão

Para “a rapaziada do galpão”, é a primeira vez que o Caprichoso consegue pagar o contrato de seus colaboradores na data programada

Pagamento em dia: Caprichoso paga última parcela dos trabalhadores de galpão Foto: Divulgação Notícia do dia 05/07/2022

Da Redação

Parintins (AM) - Durante a temporada 2022, o presidente do Boi Caprichoso, Jender Lobato, não atrasou se quer em um dia o pagamento dos artistas que atuam no Galpão das Artes “Mestre Jair Mendes”. Nesta terça-feira (05/07) foi feito o repasse da última parcela do valor do contrato. Esse foi um dos compromissos firmados entre o dirigente e os trabalhadores do boi da estrela na testa.

 

Para “a rapaziada do galpão”, é a primeira vez que o Caprichoso consegue pagar o contrato de seus colaboradores na data programada. “Isso é compromisso com o trabalhador, com quem vem assistir ao espetáculo e, claro, com o patrocinador que investe na festa. Essa transparência do Caprichoso nos orgulha, pois, a gente sabe onde os recursos estão sendo investidos”, relatou o artista Geremias Pantoja, o Gereca.

 

No planejamento e organização do bumbá, manter o pagamento em dia, cumprir o cronograma das etapas de trabalho, apresentar um grandioso festival, valorizar a mão de obra do trabalhador Caprichoso e conquistar o título do Festival foram compromissos firmados e cumpridos pela diretoria comanda por Jender Lobato e Karu Carvalho. “Jender é um presidente comprometido com quem faz o Caprichoso e cumpriu com a gente tudo o que prometeu. É um presidente de palavra”, assegurou o artista Carlos Alberto.

 

Jender Lobato comemora o cumprimento de mais uma etapa cumprida dentro do cronograma montado para toda a temporada. “Hoje é mais um dia feliz para gente. Desde quando assumimos o boi, nós temos mantido a nossa palavra e o nosso compromisso com o artista. Sabemos que é muito difícil e que fazia muito tempo, antes da gente assumir, que ninguém recebia em dia, na data programada e desde o início da nossa gestão, com a pandemia e agora com o festival, a gente têm conseguido cumprir a nossa promessa de fazer o pagamento em dia”, comemorou.

 

Com o pagamento de hoje, o Boi Caprichoso conclui a quitação de toda a folha salarial do galpão de alegorias do bumbá. “Estamos pagando a última parcela desses trabalhadores conforme combinado”, assegura Jender.

 

Na semana passada foram concluídos  os pagamentos do Paikicés, que são responsáveis pelo translado das alegorias. Os compositores do álbum, “Amazônia, nossa luta em poesia”, também já receberam a premiação pelas toadas classificadas, que inclusive foram hits do Festival de Parintins, sendo o álbum mais ouvido nas plataformas digitais.

 

Outros setores

Seguindo o cronograma e o planejamento da diretoria administrativa e financeira do Caprichoso, esta semana serão anunciadas as datas para efetuar o pagamento dos artistas do tribal e de figurinos que entraram nos ateliês dias depois dos artistas de alegorias, por isso a data diferenciada. O presidente Jender Lobato reafirmou a importância de cada setor, de cada trabalhador para a consagração do título do maior Festival de todos os tempos. “Reconheço o trabalho de cada artista, cada ajudante, de cada pessoa que fez parte dessa vitória maiúscula do Caprichoso, nesse que foi o maior Festival de todos os tempos”, concluiu.